Josh Allen quebra recorde, Bills amassam os Dolphins e deixam rival em situação delicada

bills-dolphins-semana17-2020
Josh Allen foi incrível diante do rival de Miami (Reprodução/Dolphins)

Com direito a recorde de Josh Allen e descanso no segundo tempo, o Buffalo Bills atropelou o Miami Dolphins e venceu por 56 a 26 no New Era Field. Na partida que encerra a temporada regular para as equipes, Buffalo garantiu a segunda melhor campanha geral da AFC nos playoffs. Miami, por sua vez, agora depende depende de uma improvável vitória dos Jaguars para se classificar via wild card.

Neste domingo, Josh Allen apenas confirmou sua “breakout season”. Com as 224 jardas aéreas de hoje, Allen acumulou 4544 ao fim da temporada regular e superou Drew Bledsoe como quarterback com mais jardas aéreas em um ano com a camisa de Buffalo. O camisa 17 ainda anotou 3 touchdowns e sofreu apenas 1 interceptação.

Enquanto isso, o dia de hoje não será muito bem lembrado por Tua Tagovalioa. No jogo mais decisivo de sua curta carreira, o calouro jogou mal e terminou com 35/58, 361 jardas, 3 interceptações e somente 1 touchdown. Diagnosticado com Covid-19 durante a semana, Ryan Fitzpatrick não pode ser uma alternativa para Brian Flores durante o jogo e isso pareceu ter sido sentido pelos Dolphins.

Veja também:

Miami começa bem, mas é engolido por Buffalo na sequência

O domingo começou empolgante para o torcedor de Miami. Após a defesa interceptar Josh Allen na primeira campanha, o ataque entrou em ação e conseguiu um field goal. Buffalo acordo só no segundo período, mas aí Isaiah McKenzie tomou conta do jogo. O modesto quinto wide receiver do elenco dos Bills comandou a virada com três touchdowns seguidos – dois em passes de Allen e outro em um retorno de punt de 84 jardas.

Os Dolphins ainda conseguiram reagir, mas falharam novamente na redzone e tiveram que se contentar com um field goal para tentar levar o placar para o intervalo em 21 a 6. Tentar… Porque em menos de 1 minuto, Josh Allen precisou de apenas quatro jogadas para mandar uma bomba de 32 jardas para John Brown e colocar sonoros 28 a 6 no marcador.


Confira aqui todos os resultados da semana 17


Bills reafirmam domínio e atropelam Miami no segundo tempo

Miami tratou de correr atrás do prejuízo logo na primeira campanha. Tua Tagovailoa carregou os Dolphins até a redzone e acionou Myles Gaskin, que cruzou o plano de gol e diminuiu o placar. Mas, novamente, a esperança durou pouco. Instantes depois, Tua tentou um passe para o lado esquerdo e deu uma pick-6 de presente para Josh Norman.

Com 35 a 13 no placar, Sean McDermott então decidiu poupar seus principais jogadores e tirou de campo Josh Allen e outros titulares desde o começo do segundo tempo. Entretanto, Buffalo continuou dominando Miami e ampliou o jogo com duas corridas para touchdown de Antonio Williams.

Os Dolphins ainda conseguiram um field goal e um TD, o único de Tua Tagovailoa na partida. Mas, Matt Barkley encontrou Gabriel Davis em um belo passe para 56 jardas e confirmou a vitória acachapante do Buffalo Bills por 56 a 26.

Como fica?

O Buffalo Bills cumpriu sua missão neste domingo. Além de complicar a vida do rival, a equipe de Sean McDermott garantiu a seed #2 da AFC. Ou seja, só não vai jogar em casa nos playoffs se encontrar o Kansas City Chiefs. Miami, por sua vez, agora depende de uma derrota do Indianapolis Colts para o Jacksonville Jaguars para avançar aos playoffs via Wild Card.

No outro jogo da AFC Leste, entre dois times eliminados, o New England Patriots venceu o New York Jets por 28 e 14.

Tags: , , , , , ,

Jornalista com passagem pela ESPN Brasil e apaixonado por futebol americano, Andrei Paternostro é repórter do Endzone Brasil

Mais notícias