Você conhece The Weeknd? Veja quem é a atração do intervalo no SB 55

The Weeknd será a atração do Super Bowl 55 (Reprodução/NFL)

Após anos de astros pops de repercussão mundial no show do intervalo do Super Bowl, a empresa que gere o evento fez uma escolha, no mínimo, curiosa para cantar no Raymond James Stadium: The Weeknd será a grande atração do Super Bowl 55 entre Tampa Bay Buccaneers e Kansas City Chiefs no dia sete de fevereiro, em Tampa.

Você conhece o cantor? Não? Vamos contar um pouco sobre a atração para você não ficar boiando quando Chiefs e Bucs forem para os vestiários no intervalo da partida.

Veja as últimas do Super Bowl 55:

Prazer, The Weeknd

Apesar de parecer nome de banda, trata-se do nome artístico do cantor Abel Tesfaye. Nascido e criado no Canadá, está na carreira musical há mais de uma década. Aposta no estilo pop e R&B. Tesfaye começou a ter grande repercussão na mídia em 2015 a partir do lançamento de ‘Can’t Feel My Face’ – tal reprodução já atingiu cerca de 135 milhões de visualizações no Youtube.

Ainda que o seu ritmo se assemelhe ao Rhythm and blues, a prática de músicas pops é quem alavancou a carreira de The Weeknd no cenário musical. Por conta disso, em 2019, o músico lançou seu maior sucesso da sua curta carreira até aqui: ‘Blinding Lights’. 

>> VEJA O GUIA COMPLETO DO SUPER BOWL 55 COM TODOS OS TEXTOS JÁ FEITOS

Carreira musical de The Weeknd

A composição citada acima se tornou um dos hits mais ouvidos em 2020 -ficando entre as mais selecionadas na Billboard. No aplicativo ‘Spotify’ o hit segue entre as 50 mais ouvidas pelo público brasileiro. Já no âmbito mundial, seu novo single, ‘Save your Tears’ é quem está dando a letra aos amantes das suas composições.

Polêmicas e desentendimento com o Grammy

Nem só de sucessos vive a carreira de um artista, né? A oportunidade de ser ouvido em um evento como o Super Bowl fez com que Abel Tesfaye abdicasse de apresentações em outros locais – devido a exclusividade assinada com a NFL. Cotado para levar muitos prêmios no Grammy, maior prêmio em relação à música, ele acabou nem sendo indicado e ficou sem qualquer estatueta. 

De acordo com a imprensa especializada, isso ocorreu por conta do The Weeknd se recusar a participar da festa, pois já estava sob contrato da liga americana. Posteriormente, o artista tuitou em direção aos organizadores da festa os chamando de “corruptos” pelo boicote sofrido

Premiado ou não reconhecido pelo Grammy, The Weeknd estará presente no Super Bowl 55 e mais de 22 mil pessoas terão a oportunidade de vê-lo de forma presencial nas arquibancadas do Raymond James Stadium.

ARTISTAS NO SUPER BOWL

Desde os anos 60 já haviam práticas musicais com artistas no Super Bowl. Entretanto, foram mais de três décadas sem cantores de grande apelo. Eis que tudo mudou em 1993 com uma apresentação épica de Michael Jackson – na surra de 52 a 17 do Dallas Cowboys contra o Buffalo Bills no Rose Bowl. A apresentação de M.J. se tornou uma das maiores audiências da TV americana e mudou totalmente o panorama do evento nos anos seguintes.

Dessa forma, o The Weeknd entra para um seleto grupo de bandas e cantores que tiveram a oportunidade de realizarem um show icônico em SBs. Passaram por lá, Diana Ross, James Brown, Steve Wonder, Kiss, Phil Collins, Paul McCartney, The Who, Rolling Stones, J Balvin, Aerosmith, U2, Justin Timberlake, Black Eyed Peas, Madonna, Nick Minaj, Beyoncé, Lady Gaga, Red Hot Chili Peppers , Bruno Mars, Katy Perry, Coldplay, Maroon 5, Travis Scott, Shakira e Jennifer Lopez.

Por fim, vle lembrar que a NFL não paga cachê aos artistas. Há apenas um acerto dos custos de produção que são cobertos pela liga, depois de ter conhecimento do números de pessoas que serão necessários para o evento do intervalo acontecer.

E aí, não conhecia ou já era um fã?! Se preparem para dançar em casa!

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Jornalista com MBA em mídias digitais e nato contador de histórias. e o seguinte: todos os torcedores são conquistados por dinastias positivas ou negativas - não existe essa de 'modinha'.

Mais notícias