Draft 2021: análise de elenco na AFC East – Patriots, Dolphins, Jets e Bills

A situação atual e as carências dos elencos de New England Patriots, New York Jets, Miami Dolphins e Buffalo Bills antes do Draft 2021

draft 2021 AFC East

Ao longo dos próximos dias o Endzone Brasil traz uma série de posts especiais – analisando os elencos e as carências das 32 equipes da NFL antes do tão esperado Draft 2021 na próxima quinta-feira (29). Hoje é dia de falar da AFC East! Veja como está a situação de New England Patriots, New York Jets, Miami Dolphins e Buffalo Bills.

Veja também:

Buffalo Bills (13-3 em 2020)

Número de escolhas no Draft 2021: 7
Três posições carentes para o Draft: EDGE, Cornerback, Tight End

Finalistas da AFC na temporada passada, os Bills tentam se firmar em 2021 como um time a ser batido na conferência. A equipe, que contou com uma grata evolução de Josh Allen e teve em Stefon Diggs o melhor wide receiver da NFL no ano passado, ainda tem alguns buracos em seu elenco, mas eles são poucos.

Com renovações importantes na linha ofensiva durante a offseason, os Bills têm como principal necessidade ofensiva, um novo tight end. Uma opção como Pat Freiermuth ou Hunter Long seria extremamente bem-vinda no potente ataque de Buffalo.

Defensivamente, no entanto, a equipe apresenta mais falhas. Reforçar o pass-rush é basicamente uma ‘obrigação’ neste draft, além de buscar um novo parceiro para Tre’ White na posição de cornerback. A defesa contra o jogo aéreo foi claramente um dos grandes pontos fracos dos Bills em 2020. Corrigindo este problema, a equipe dá mais um grande passo na busca pela solidificação como uma das grandes forças da NFL.

Miami Dolphins (10-6 em 2020)

Número de escolhas no Draft 2021: 8
Três posições carentes para o Draft: Wide Receiver, Linebacker e linha ofensiva

As chaves estão nas mãos de Tua Tagovailoa. O jovem selecionado pelos Dolphins no último ano para ser o grande líder da franquia no futuro, começará 2021 como titular. Após um duro aprendizado e performances oscilantes no ano passado, Tua terá tudo para comandar a equipe de Miami ao sucesso.

Sem dúvidas, Tagovailoa precisará de uma linha ofensiva reforçada. O desempenho inconsistente da OL dos Dolphins terá de ser reparado em um draft recheado de ótimas opções tanto para guards como para tackles. Com a 6ª escolha geral, Miami se encontra em uma bela posição para selecionar uma arma imediata como Kyle Pitts ou Ja’marr Chase. Outra opção é Penei Sewell, tackle de Oregon que é possivelmente, o melhor ‘talento puro’ do Draft.

Não bastasse essa oportunidade de ouro, os Dolphins também contam com a 18ª escolha geral. Ou seja, a equipe pode encontrar dois titulares imediatos em duas posições completamente diferentes logo no primeiro dia do processo de seleção.

No lado defensivo, a especialidade do treinador Brian Flores, os Dolphins deverão buscar armas versáteis na posição de linebacker, como Nick Bolton, Jabril Cox e Jamin Davis, que deverão estar disponíveis no dia 2 do Draft e com certeza estarão no radar de Flores.

New England Patriots (7-9 em 2020)

Número de escolhas no Draft 2021: 10
Três posições carentes para o Draft: Quarterback, linha defensiva, Linebacker

Após uma free agency ‘atípica’ para os padrões Patriots, os comandados de Bill Belichick chegam para 2021 com poucos buracos no elenco e buscando voltar ao topo da AFC East e, quem sabe, ao topo da conferência. New England reforçou todos seus pontos fracos basicamente, mas ainda segue com uma grande questão na posição de quarterback.

Mesmo com a renovação de Cam Newton, é muito claro que o ex-MVP não é a ‘resposta a longo termo’ dos Patriots na posição mais importante do esporte. Com a 15ª escolha no draft, é difícil que um dos principais prospectos de QB ‘sobrem’ para New England. Uma troca para cima é esperada, o que representaria outro movimento atípico de Belichick.

Nos sonhos dos torcedores, o ideal seria Justin Fields, que pode aprender muito sob a tutela de Newton, um dos maiores quarterbacks móveis da história. Na realidade, Mac Jones, se não for escolhido pelos Niners, é a opção mais provável. E isso não seria ruim, tendo em vista a experiência de Josh McDaniels em trabalhar com quarterbacks de ‘pocket’.

Em outras posições, os Patriots buscarão opções versáteis para criar uma maior profundidade no elenco. A linha defensiva receberia de braços abertos um novo prospecto, assim como o pass-rush. Outra necessidade é uma renovação do corpo de linebackers, algo que Belichick com certeza tem em mente e deve buscar neste draft.

New York Jets (2-14 em 2020)

Número de escolhas no Draft 2021: 9
Três posições carentes para o Draft: Quarterback, secundária e EDGE

jets-rams-semana15-2020

Finalmente, o ‘reino de terror’ de Adam Gase chegou ao fim em Nova Iorque. Agora sob o comando de Robert Saleh, ex-coordenador defensivo dos 49ers, os Jets já parecem ter uma nova cara e aspirações mais ousadas para o futuro. Sam Darnold foi trocado e Zach Wilson deve chegar com a segunda escolha geral do Draft, já solucionando o espaço na posição de quarterback.

O resto do elenco ainda tem muitos espaços, que podem muito bem serem preenchidos com o belo ‘capital’ de draft que a equipe tem em mãos. Com a especialidade defensiva de Saleh em jogo, os Jets devem buscar imediatamente um novo cornerback, além de um pass-rusher para fazer dupla com o ótimo Carl Lawson, recém-contratado.

A linha ofensiva ainda precisa de pelo menos um reforço pontual, mas não é um grande problema. Uma boa opção seria Travis Etienne ou Najee Harris, dois dos principais running backs disponíveis no draft que se tornariam titulares imediatos no ‘novo ataque’ dos Jets. O futuro, finalmente, parece empolgante para os torcedores da equipe.

Quer saber mais do Draft 2021? Confira:

Tags: , , , , , , , ,

Ex-estudante de jornalismo, Matheus escreve sobre suas maiores paixões: os esportes americanos.

Mais notícias