Os cinco melhores quarterbacks do Draft 2021 da NFL

Quais os melhores quarterbacks do Draft 2021 da NFL? Analisamos os cinco melhores prospectos da posição no evento do fim do mês em Cleveland

Após uma versão ‘virtual’ na temporada passada, o Draft da NFL voltará a ser aberto ao público em 2021! O evento deste ano ocorrerá entre os dias 29 de abril e 1º de maio na cidade de Cleveland. Grande parte dos principais prospectos estarão presentes no primeiro dia do evento e aguardarão o chamado do comissário da NFL, Roger Goodell, para subirem ao palco e posarem com a camisa de seu novo time. Mas quem são esses grandes prospectos? Ao longo dos próximos dias o Endzone Brasil vai listar os nomes mais cotados! Hoje é dia de falar dos melhores quarterbacks do Draft 2021:

Veja também:

1 – Trevor Lawrence (Clemson)

(Foto: Reprodução Twitter/Trevor Lawrence)

Não há como começar esta lista de outra forma. Trevor Lawrence é o clássico ‘prospecto geracional’. Tido como ‘garoto de ouro’ desde o ensino médio, Lawrence apresenta todas as melhores características possíveis para um quarterback, desde o seu físico até a sua técnica apurada.

“Sunshine”, como é conhecido o jovem dos cabelos loiros, tem um canhão em seu braço direito e a habilidade de colocar a bola em qualquer lugar do campo de forma precisa. Com uma presença no pocket de veterano, grande visão, ótimas leituras e boa mobilidade, Lawrence é, de fato, o melhor prospecto deste draft na posição mais importante do esporte.

Talvez seu único problema seja exagerar na força de alguns passes, o que pode ser facilmente corrigido com um melhor polimento de sua mecânica.

No college, pelo Clemson Tigers, foi campeão nacional como titular em 2018, quando estava apenas em seu primeiro ano na Universidade. Na temporada passada, em apenas dez jogos, ele conquistou 3.153 jardas para 24 touchdowns e apenas 5 interceptações. Deve ser selecionado pelo Jacksonville Jaguars com a primeira escolha geral do Draft.

2 – Zach Wilson (BYU)

(Foto: Reprodução Twitter/Zach Wilson)

Se Lawrence sempre foi o ‘consenso número um’, a história de Zach Wilson é completamente o contrário. O jovem de BYU viveu uma ascensão meteórica em 2020, quando evoluiu de um prospecto mediano para um ‘astro em construção’.

No melhor ano de sua carreira universitária, Wilson somou mais de 3.600 jardas com 33 touchdowns e apenas 3 interceptações, além de completar 73,5% de seus passes, quebrando um recorde antigo do lendário Steve Young. A definição mais simples para Zach é a de ‘playmaker’. Ele tem a capacidade de mudar completamente a história de um jogo a cada vez em que toca na bola. E como quarterback…ele tem esse poder em todos os lances ofensivos do jogo.

Como suas principais características, ele espalha muito bem a bola pelo campo, fazendo bom uso de todos seus alvos e confundindo defesas. Joga com inteligência, busca explorar falhas de marcação e demonstra muita tranquilidade em momentos chave. Também corre bem com a bola em jogadas designadas e pode representar uma ‘ameaça dupla’ no nível da NFL.

Precisa corrigir um pouco de sua mecânica e evitar passes forçados em desequilíbrio, algo que pode gerar turnovers no nível mais alto do esporte. Tem algumas questões sobre sua saúde, já tendo realizado cirurgias no ombro e perdido alguns jogos em sua carreira no college. Se de alguma forma não for selecionado pelos Jets, não passa dos 49ers na terceira escolha geral.

3 – Justin Fields (Ohio State)

(Foto: Reprodução Twitter/Around The NFL)

Mais um que deve ser selecionado entre as primeiras escolhas do Draft, Fields apresenta uma habilidade de realizar todos os tipos de passes. Trabalha bem com rotas curtas, medianas e longas, além de ter, discutivelmente, o braço mais fortes de todos os prospectos da posição.

Elusivo, não teme a pressão do pass-rush e se esquiva bem dos defensores, apresentando uma habilidade de estender jogadas ‘quebradas’. Tem potencial para se tornar o melhor QB corredor deste processo de seleção. Fisicamente, é o prospecto perfeito, com altura, força, agilidade, velocidade e durabilidade.

Apresenta algumas dificuldades de leitura e nem sempre identifica o safety isolado no fundo do campo, o que causa alguns problemas quanto a sua tomada de decisões. Precisa evoluir esse aspecto mental do seu jogo para se tornar um QB ‘elite’ na NFL.

No ano passado, passou para 2.100 jardas em apenas oito jogos, com 22 touchdowns e 6 interceptações. Bateu Trevor Lawrence na semifinal dos playoffs do college, mas perdeu na grande final para o Alabama Crimson Tide. Pode sair na terceira escolha geral para os Niners ou cair um pouco, mas não deve sair do top 10. Sem dúvidas é um dos melhores quarterbacks do Draft 2021.

4 – Mac Jones (Alabama)

(Foto: Reprodução Twitter/Around the NFL)

O ‘patinho feio’ do Draft 2021 é um belo quarterback, não se engane. Muito questionado, Mac Jones provou ser um tremendo prospecto na temporada passada e tem sido altamente cotado para ser o terceiro jogador da posição selecionado, na frente do previamente citado Fields.

Com extrema frieza no pocket e uma grande visão, Jones se destaca como um QB ‘clássico’. Mas se engana quem o enxerga apenas como uma estátua que seria engolido pelo pass-rush da NFL. Ele apresenta ótima antecipação e uma habilidade de se livrar rapidamente da bola, explorando falhas na cobertura e rotas curtas, assim como Tom Brady faz por toda sua carreira.

Parece sempre estar um passo a frente das defesas adversárias, mostrando sua grande visão de jogo. Com um ótimo timing nos passes, quase sempre coloca seus recebedores em ótima situação para receber seus passes.

De fato, lhe falta a mobilidade tão cobiçada na NFL atual, assim como a força de seu braço parece ser bem questionável. É capaz de realizar todo tipo de passe, mas parece sofrer para colocar a bola em boas condições nos passes mais longos.

Em 2020, foi campeão nacional com o Crimson Tide e passou para 4.500 jardas, 41 touchdowns e apenas 4 interceptações, além de um absurdo índice de 77,4% de passes completos.

5 – Trey Lance (North Dakota State)

(Foto: Reprodução Twitter/Trey Lance)

O mais jovem de todos os prospectos citados, Lance fará 21 anos apenas depois do evento, mas ainda sim é um dos melhores quarterbacks do Draft 2021. Sua inexperiência no college pode fazer ele cair um pouco no primeiro round, tendo em vista que ele jogou apenas a temporada de 2019 por completo (no ano passado, optou por não jogar devido à COVID-19, participando apenas da estreia dos Bisons na temporada).

Apresenta os atributos físicos ‘dos sonhos’ de qualquer coordenador ofensivo e se encaixará perfeitamente nos esquemas da NFL moderna, que prioriza quarterbacks móveis. Controla bem o ritmo do jogo, escapa bem do pocket e se livra sem problemas do pass-rush. Tem um ótimo braço e visão de coberturas.

No nível alto da NFL, porém, pode sofrer com suas mecânicas, tendo em vista que seus passes em movimento são totalmente inconsistentes, assim como seus passes longos. O ideal seria que Lance sentasse e aprendesse durante o ano de 2021, evoluindo sua técnica e polindo melhor o seu jogo.

Em 2019, ano em que atraiu os holofotes para si, teve números espetaculares. Foram 2.786 jardas, 28 touchdowns e…zero interceptações! Além disso, o garoto somou mais 1.100 jardas e 14 TDs com as pernas. Equipes como Broncos, Eagles e Patriots estão de olho em Lance, que com certeza será selecionado no primeiro round, possivelmente no top 15.

Quer saber mais do Draft 2021? Confira:

Tags: , , , , , , , ,

Ex-estudante de jornalismo, Matheus escreve sobre suas maiores paixões: os esportes americanos.

Mais notícias