Notas da NFC West no Draft 2021: 49ers, Seahawks, Cardinals e Rams

Veja como foi o desempenho da NFC West no Draft 2021: San Francisco 49ers, Seattle Seahawks, Arizona Cardinals e Los Angeles Rams

NFC West no Draft 2021

Após semanas de muita expectativa, o Draft 2021 já entrou para os livros de história da NFL. Muitos times conseguiram fazer trabalhos excelentes e realmente reforçaram seus elencos para os próximos anos. Já outros fizeram escolhas, digamos, bem questionáveis. Quem se deu bem? Quem se seu mal? Chegou o dia de analisar o trabalho dos times da NFC West no Draft 2021: Arizona Cardinals, Los Angeles Rams, San Francisco 49ers e Seattle Seahawks.

Veja também:

San Francisco 49ers

Nota no Draft 2021: 7

1ª rodada (3): QB Trey Lance, North Dakota State
2ª rodada (48): G Aaron Banks, Notre Dame
3ª rodada (88): RB Trey Sermon, Ohio State
3ª rodada (102): CB Ambry Thomas, Michigan
5ª rodada (155): OT Jaylon Moore, Western Michigan
5ª rodada (172): CB Deommodore Lenoir, Oregon
5ª rodada (180): S Talanoa Hufanga, USC
6ª rodada (194): RB Elijah Mitchell, Louisiana

NFC West no Draft 2021

San Francisco controlava o maior mistério desse Draft. Após trocar com Houston e subir para a terceira escolha geral, os 49ers decidirão ir em busca de seu futuro e acertaram. Depois de muita especulação sobre Mac Jones, a franquia selecionou Trey Lance. O QB de North Dakota State tem um braço potente e um ótimo atleticismo, um diamante bruto na mão do genial Kyle Shanahan. A combinação pode ser explosiva e aterrorizar a NFL nos próximos anos.

Depois de escolher o nome da franquia, John Lynch tratou de buscar peças para proteger o primeiro jogador nascido nos anos 2000 a ser draftado: o guard Jaylon Banks e o offensive tackle Jaylon Moore foram os escolhidos. O GM dos 49ers também reforçou o backfield, onde o time perdeu nomes como Richard Sherman. A decisão mais questionável foi subir para pegar o RB Trey Sermon na 3ª rodada. Sermon tem seu valor, mas não que justificasse a movimentação de SF.


Seattle Seahawks

Nota no Draft 2021: 3

2ª rodada (56): WR D’Wayne Eskridge, Western Michigan
4ª rodada (137): CB Tre Brown, Oklahoma
6ª rodada (208): OT Stone Forsythe, Florida

NFC West no Draft 2021

Na teoria é mais fácil avaliar com profundidade um Draft de apenas três escolhas, mas a prática não é tanto assim. Com pouco capital no board, o Seattle Seahawks deveria ter se movimentado mais, buscado trocas para recuperar escolhas, mas não o fez. A franquia adotou uma postura muito pragmática e terminou o evento com mais uma participação irrisória.

Depois de um desgaste com Russell Wilson, esperava-se que Seattle buscasse reforçar sua linha ofensiva, mas isso ficou em segundo plano. Wide receiver e cornerback eram carências da franquia, mas negligenciar a proteção a Wilson foi um erro. Os Seahawks selecionaram o OT Stone Forsythe na 208ª pick, uma escolha que não vá resolver um dos principais problemas do elenco. Um draft sem ousadia e sem empolgação.


Arizona Cardinals

Nota no Draft 2021: 6

1ª rodada (16): LB Zaven Collins, Tulsa
2ª rodada (49): WR Rondale Moore, Purdue
4ª rodada (136): CB Marco Wilson, Florida
6ª rodada (210): EDGE Victor Dimukeje, Duke
6ª rodada (223): CB Tay Gowan, UCF
7ª rodada (243): S James Wiggins, Cincinnati
7ª rodada (247): C Michal Menet, Penn State

NFC West no Draft 2021

Dos criadores de Isaiah Simmons, veio aí Zaven Collins. Depois de ver os principais prospectos de cornerback saírem mais cedo no Draft, Arizona decidiu por adicionar mais um linebacker versátil ao seu elenco. Collins vai melhorar a pressão pelo interior da linha e é uma arma poderosa na cobertura contra o passe, algumas das necessidades da equipe. Além disso, ele também protagonizou um dos melhores vídeos de ligações deste Draft.

Os Cardinals adicionaram A.J. Green na free agency, mas não pararam por aí e buscaram o interessante Rodale Moore na segunda rodada. Moore é um wide receiver talentoso e que pode alinhar em qualquer parte do campo, um alvo do jeito que Kliff Kingsbury e Kyler Murray gostam. Embora a linha ofensiva tenha sido deixada de lado, Arizona agiu de forma assertiva na secundária. S/CB Marco Wilson e CB Tay Gowan são adições interessantes para uma unidade vulnerável, que vai ser exigida principalmente pelos rivais de conferência


Los Angeles Rams

Nota no Draft 2021: 7,5

2ª rodada (57): WR Tutu Atwell, Louisville
3ª rodada (103): LB Ernest Jones, South Carolina
4ª rodada (117): DI Bobby Brown III, Texas A&M
4ª rodada (130): CB Robert Rochell, Central Arkansas
4ª rodada (141): WR Jacob Harris, UCF
5ª rodada (174): EDGE Earnest Brown IV, Northwestern
7ª rodada (233): RB Jake Funk, Maryland

NFC West no Draft 2021

A performance do Los Angeles Rams neste Draft cria uma espécie de crise de consciência na equipe. Depois de se destacar pela melhor defesa da NFL em 2020, os Rams negligenciaram as lacunas do setor defensivo e optaram por potencializar o ataque. A decisão combina com a chegada de Matthew Stafford, mas deixa a desejar pela falta de reforço na linha ofensiva.

A primeira seleção da franquia veio apenas na segunda rodada, com o wide receiver Tutu Atwell, que tem seu valor, mas não estava entre os principais recebedores do Board. Como se não bastasse, os Rams ainda buscaram outros dois WRs, uma decisão exagerada quando se tem Cooper Kupp e Robert Woods no elenco. O cornerback veio apenas na 4ª rodada, sendo ele Robert Rochell, um prospecto muito cru, fator que mantém a secundária com Jalen Ramsey & seus blue caps.

Quer saber mais do Draft 2021? Confira:

Tags: , , , , , , , , , , ,

Jornalista com passagem pela ESPN Brasil e apaixonado por futebol americano, Andrei Paternostro é repórter do Endzone Brasil

Mais notícias